sexta-feira, 27 de abril de 2012

Não se percebe........


Sei que não tem nada a ver com o meu blog mas não resisti a publicar aqui, decidi não por aqui nenhuma imagem deste senhor a caçar os elefantes porque a mim me repugna.


Os elefantes que paguem a crise
Perante uma situação difícil, o rei fez o que qualquer grande estadista faria e tomou a única 
decisão possível: foi caçar elefantes para África. Sim, todos os dias o desemprego aumenta e o 
nível de vida diminui, mas os espanhóis podem estar descansados porque há um paquiderme no 
Botswana que não se vai ficar a rir. 
Ricardo Araújo Pereira
ontem às 8:33
Espanha está mergulhada numa das mais graves crises da sua história. Perante uma situação tão difícil, o rei fez o que qualquer grande estadista faria e tomou a única decisão possível: foi caçar elefantes para África. Sim, todos os dias o desemprego aumenta e o nível de vida diminui, mas os espanhóis podem estar descansados porque há um paquiderme no Botswana que não se vai ficar a rir. É interessante constatar o modo como a análise económica muda de país para país. Em Portugal, culpamos Sócrates, o BPN, os mercados, as agências de rating. Em Espanha, descarregam nos elefantes da África austral. A crise tem responsáveis cada vez mais inesperados. 
A caça ao elefante tem tudo para ser um desporto emocionante. A dúvida constante de saber se o praticante terá pontaria suficiente para conseguir acertar num bicho que, além de ter uma excepcional capacidade de se camuflar, ainda é extremamente irrequieto, deve ser de cortar a respiração. Mas o rei, habituado a não conseguir obter nada facilmente, aprecia desafios trabalhosos. 
Dias antes da caçada, um neto do rei de Espanha disparou uma espingarda sobre o seu próprio pé. Trata-se de uma actividade que costuma ser levada a cabo apenas em sentido metafórico, mas o jovem infante resolveu ser literal e enfiou uma chumbada no metatarso. Ambos os casos fazem dos Bourbon guerreiros sui-generis. O velho escolhe como alvo um animal que se move com lentidão e pesa toneladas; o miúdo dá um tiro e acerta no próprio pé. Não admira que tenhamos ganho tantas batalhas a esta gente. A família que teve a audácia e a valentia suficientes para subjugar o povo espanhol ao seu poder exibe a vocação genética para manusear armas que ficou descrita acima. Imaginem o talento do resto da população para a actividade bélica. É um país inteiro que deve ser dado como inapto para o serviço militar. Era óbvio que um povo assim só podia produzir soldados como os que, em Aljubarrota, no ano de 1385, claudicaram perante uma das nossas melhores profissionais da indústria da panificação. O que é incrível não é o facto de Portugal ter conseguido resistir às investidas espanholas. É Portugal não ter organizado um exército composto por 
meia dúzia de padeiras que alargasse as nossas fronteiras até França. Era trabalho para duas ou três semanas.
Visão

quinta-feira, 26 de abril de 2012

Cabelos Encaracolados


Admito nunca tive uma relação muito boa com o meu cabelo que é encaracolado,  eu tinha lhe tanto ódio que passava a vida com ele preso tá que um dia eu disse" CHEGA tenho de fazer alguma coisa por ele", e fiz comprei espuma para cabelos encaracolas e champô apropriado e deixei de o pentear e sabem que mais ficou muito melhor, pronto admito que gostava de o ter liso (alias todas nós gostávamos de ter o que não temos), admito também que não gosto todos os dias dele há dias (como hoje) que só me apetece espancá-lo, mas pronto o meu cabelo tem vida própria nem sempre faz aquilo que eu quero.
E vocês meninas curly já assumiram os vossos caracóis ?
Aqui ficam algumas inspirações.
bjinhos doces




Add caption



terça-feira, 24 de abril de 2012

O que Gostavam de ver?

Minhas queridas gostava de saber a vossa opinião.
Que assuntos gostavam de ver abordados aqui no meu cantinho?
As vossas opiniões são muito importantes.

bjinhos grandes

Decorar com borboletas

Eu gosto imenso de Borboletas e acho que ficam um encanto em pequenos pormenores pela casa. É só juntar imaginação, um bocadinho de jeito e voilá criam-se coisas lindas
Inspirem-se nestas sugestões, algumas são fáceis de executar
beijinhos voadores para vocês








sábado, 21 de abril de 2012

Moda nas mãos



As unhas são um elemento fundamental na nossa imagem e por isso também devem ser vestidas.
Cores como o rosa, o menta, azul, vermelho, laranja e coral são tendência para esta estação.Se prefere tons mais suaves pode estar descansada, porque também o nude e francesinha são excelentes opções.
Para dar uma graça as suas unhas pode usa-las decoradas, mas não exagere , pormenores simples ficam elegantes.
bjinhos luminosos


terça-feira, 17 de abril de 2012

Titanic-100anos

Na noite de 14 de Abril na sua viagem inaugural, o grandioso e luxuoso Titanic chocou com um icebergue acabando por afundar 2 horas e 40 min depois, já no dia 15.
A bordo iam 2240 pessoas das quais 1523 perderam as suas vidas, tornando-o o pior desastre marítimo conhecido.
Muito são fascinados pela história do Titanic (incluindo eu). Esse fascínio levou James Cameron a reproduzir a sua história em 1997 e rapidamente tornou-se um sucesso de bilheteiras em todo o mundo e arrebatou 11 oscares.
Era um navio grandioso para a época e muitas pessoas que iam a bordo levavam o sonho de uma vida melhor nos Estados Unidos.
Uma vida curta para um navio que poderia ter tido uma carreira grandiosa , mas as pessoas ficaram sem a sua vida, por isso fiz este post.
Aqui estão algumas fotografias do Titanic.
bjinhos até breve















segunda-feira, 16 de abril de 2012

como podemos preservar o nosso lar precioso

A Terra é o nosso lar e devemos preservá-lo não acham?
Aqui estão algumas sugestões, não custam nada...
bjinhosssss


  • Consumimos 50% de toda a água potável. Todas as outras espécies têm que se contentar com a que sobra. Sempre que lava os dentes com torneira aberta, está a gastar 19 litros de água desnecessariamente!
  • Solução: Feche a torneira quando não precisar de água. Em vez de se deixar ficar no duche a meditar sobre as injustiças desta vida, tome duches mais curtos: em cada dois minutos a menos que passa no duche pode poupar até 40 litros de água. Carregue bem a sua máquina de lavar: Quer a de loiça, quer a de roupa, devem ser usadas com a carga máxima, sempre que possível. Quando lavar loiça, não passe os pratos por água primeiro; não fará grande diferença na eficácia da lavagem. Desta forma, pode poupar até 75l de água por uso.
  • Adivinhe qual o electrodoméstico que mais energia consome? Não, não é o seu marido: é o frigorífico, que pode consumir entre 300 a 600kWh, conforme a classe, A++ ou C. Solução: No congelador, evite que se acumulem mais de 5mm de gelo. Na parte dos frescos, tenha o cuidado de não encher muito as prateleiras, de modo a que o ar possa circular de forma homogénea por todo o compartimento. Evite deixar a porta aberta, entre idas e vindas.
  • Sabia que um grande poluente pode ser… um bebé? Só nos EUA, são utilizados 13 mil milhões de litros de petróleo para alimentar o consumo anual de fraldas. Todos os dias, mais de 50 milhões de fraldas descartáveis são deitadas no lixo: de facto, representam 3% de todo o espaço dos aterros sanitários. E vão lá ficar cerca de 500 anos. Solução: Como já poucas mães, mesmo as mais ecológicas, aceitariam voltar às fraldas de pano, já há marcas que produzem fraldas biodegradáveis. Vá ao site www.superbebes.net. ou à loja Pink and Blue (tel.: 21 010 68 15). Também pode encontrar fraldas bio (além de muitos outros produtos) no supermercado Miosótis, em Lisboa, totalmente dedicado à venda de produtos biológicos (tel.: 21 795 93 57).
  • A Natureza demora 3 a 6 meses a reciclar o papel. Demora 500 anos a reciclar um penso higiénico, uma toalhita, um copo de plástico. Se os Descobridores levassem barris de plástico nas caravelas, ainda hoje cá estavam (os recipientes, claro). Solução: Regresse ao vidro e ao algodão orgânico quando possível.
  • O ar que respiramos pode conter mais de 900 químicos, partículas e materiais biológicos adversos à saúde e numa casa existem agora mais químicos do que num laboratório há cem anos. Solução: Tente usar detergentes ecológicos quando possível. O vinagre é um fantástico detergente artesanal que pode ser usado puro ou diluído. Mas se preferir comprar, certifique-se de que os produtos não contêm fosfato, soda, cloro e CFC. O primeiro provoca crescimento acelerado de algas em rios e lagos, causando a morte das espécies aquáticas. Mas já existem no mercado alguns biodegradáveis como os da marca Ecover. Quando limpar a casa, use o mínimo de produtos de limpeza e abra as janelas.
  • • 80% das florestas mundiais já desapareceram…Solução: Pense duas vezes antes de imprimir seja o que for. E, se puder, plante uma árvore: no Dia da Árvore (21 de Março), mas também no Dia do Ambiente (5 de Junho) ou mesmo no Dia da Criança (1 de Junho). À falta de espaço ou de quintal, fale com a sua câmara municipal sobre a possibilidade de plantar a sua árvore num espaço público. E se a escola do seu filho tiver espaço para um pequeno jardim, por que não falar com professores, de modo a organizarem um pequeno espaço nesse sentido?
  • • São precisos 90 litros de água por dia para alimentar uma vaca. A produção de 1kg de carne consome 100.000 litros (!) de água, enquanto um quilo de cereal exige somente 1900 litros. Nos últimos 25 anos, metade das florestas tropicais da América Central desapareceram graças à produção de carne para o mercado norte-americano. Solução: Se se tornar vegetariana, a sua pegada de carbono vai diminuir em cerca de 1,5 toneladas de CO² por ano, defende a Universidade de Chicago. Não é preciso tornar-se já vegetariana, mas reduza a quantidade de carne que come. Os adultos não precisam de muita proteína diária (a regra é um grama por cada quilo que pesar) e pode comer leguminosas, cogumelos, soja, tofu…
  • Só num ano, teríamos lixo suficiente para encher uma fila de caixotes da Terra à Lua. Como? Cada um de nós, habitantes da Terra, produz cerca de 1,25kg de lixo… por dia. Solução: Compre apenas a comida de que precisa, recicle o que for reciclável, e use poucos produtos de limpeza.
  • 75% da energia de uma casa é gasta com todos os aparelhos que deixamos em stand-by: televisão, computadores, videogravadores...Solução: Não podia ser mais simples: desligue-os da ficha. Pode poupar até 13% na factura da energia.
  • Se apenas 1/4 dos seus produtos frescos for orgânico, pode poupar 450kg de CO² por ano. Solução: Sim, é mais caro, mas comer orgânico compensa. Os frutos e legumes orgânicos são isentos de pesticidas, fertilizantes artificiais, aditivos alimentares, lixo humano e águas residuais. O gado é criado sem antibióticos nem hormonas. O ambiente agradece, e o nosso corpo também.
  • Uma família de quatro pessoas despeja 375 litros de água por dia só… a puxar o autoclismo . Solução: Também não quer dizer que torne a sua casa de banho no sítio mais malcheiroso do planeta só para salvar o dito, mas se só atirou lá para dentro um lenço de papel depois de se assoar, talvez não valha a pena a cascata…
  • Uma simples maçã pode ser poluente… Em que é que uma maçã da Nova Zelândia é mais poluente do que uma bravo de Esmolfo? Imagine os quilómetros que aquela maçã teve de percorrer! Solução: Antes de comprar os seus produtos, verifique o país de origem. Prefira os nacionais, não apenas porque são bons, mas porque, enfim, de certeza que gastaram muito menos gasolina para chegarem às suas mãos.
  • Produzir um par de calças sintéticas precisa de cerca de 50 kWh de energia e liberta 30kg de C0². A indústria de vestuário e calçado consome mais água do que qualquer outra, à excepção da agricultura. Solução: Antes de comprar mais uma t-shirt ou umas calças, pense: precisa mesmo dela? Quando já não quiser várias peças de roupa, não as deite fora: reúna as suas amigas e faça um raid colectivo ao seu armário. E sempre que possível, compre em segunda mão.
  • Um saco de plástico pode levar 1000 anos a decompor-se! Em Portugal, são utilizados anualmente em compras duas mil toneladas de sacos de plástico: estes contêm um ingrediente chamado polietileno, que é um dos maiores poluentes do planeta. Solução: Leve um saco de pano quando for ao supermercado, ou reutilize os sacos de plástico que já tem. Para reduzir a produção de plástico, não encha as crianças de brinquedos.
  • Os fumos libertados pelo automóvel parado, com o motor ligado, são 3 a 5 vezes mais perigosos do que aqueles libertados em movimento. A forma como conduzimos também afecta a poluição do ar: menos velocidade significa menos emissão de dióxido de carbono, o principal poluente do ar. Solução: Saia cinco minutos mais cedo e ande mais devagar: conduzir 8km abaixo do limite de velocidade durante uma viagem de 13km poupará 250kg de CO² por ano. Desligue o motor quando possível. Dê boleia a um amigo: está na moda e, além de ser uma tendência ecológica, é uma forma de se poupar dinheiro. Sites em Portugal: www.carpool.com.pt; www.deboleia.com.
  • Um electrodoméstico mal escolhido pode aumentar o consumo de energia de uma casa, assim como uma lâmpada ou mesmo um automóvel. Solução: O site da Quercus (www.quercus.com) disponibiliza uma ferramenta muito útil, o TopTen, que orienta o consumidor na escolha de diversos equipamentos consumidores de energia que utilizamos diariamente.
  • Ler mais: http://activa.sapo.pt/vida/ambiente/2012/04/16/o-que-pode-e-deve-fazer-para-salvar-a-terra#ixzz1sDEg8LY1

quarta-feira, 11 de abril de 2012

malas e malinhas

A tendência desta estação são malas de todas as cores, tamanhos e feitios mas se quer investir em uma em especial o concelho é que comprem uma média e de preferência colorida.
Inspirem-se nestas sugestões.

imagens by activa

bjinhosssss grandes